COLUNA: Quando a política tinha fidelidade, vergonha na cara e definições claras de posições

GROSSO MODO – COLUNA DIÁRIA

(coluna de informação e opinião, sujeita a chuvas e trovoadas)


COMENTÁRIO E ANÁLISE DE UMA SITUAÇÃO

TEMPOS DE IMPRENSA FIEL A PRINCÍPIOS E DEFINIÇÃO CLARA DE POSIÇÕES

Algo muito bem definido nas linhas jornalísticas de redes de TV em SC: ND jamais aceitaria comentarista com viés de esquerdista, ou contrário, em qualquer detalhe, ao governo; NSC jamais aceitaria comentarista com viés direitista ou favorável ao governo, em qualquer detalhe.

A rigor, não é vergonhoso e nem aético órgãos de imprensa ou redes terem postura política e ideológica. Mas é preciso mostrar isso e dizê-lo, claramente. Para demarcar território. E ouve quem quer ou tem pendores para a tendência.

Em Florianópolis, nos velhos tempos, isso era muito claro: UDN era Rádio Diário da Manhã, PSD era Rádio Guarujá. A Gazeta era UDN e O Estado era PSD. E o pau cantava sem constrangimentos.

Em Criciúma, igualmente, nos velhos tempos, Rádio Difusora era PSD e Rádio Eldorado era UDN. E foram tempos de glória e muita polêmica acesa e em alto nível.

Nos Estados Unidos, nosso modelo trivial de comportamento, New York Times vai prum lado e o Washington Post pra outro, os dois maiores jornais do país. Com definições claríssimas, até declarações de apoios e votos em presidenciáveis de um lado e outro. E o pau canta nos seus conteúdos o tempo inteiro.

Com certeza há outros exemplos disso aqui mesmo em SC, em cada cidade. Os residentes remanescentes daqueles tempos podem testemunhar.

Em compensação, eram tempos de fidelidade a princípios e - palavrão hoje em dia - fidelidade partidária. Quando existiam PSD e UDN, era impensável um eleitor de um votar no outro e já se sabia: a alternância no poder resultava, sempre, em transferência de aliados exercentes de cargos para posições inferiores ou distantes do seu núcleo, mesmo os efetivos. E era considerado normal. O pecado e o erro maior era perder eleição. E as oligarquias se revesavam, sem queixas, na base do "bom cabrito não berra" ou "o bom malandro não estrila, espera a vez". Porque na próxima eleição, com o revesamento de poder, fazia-se igual. Era assim mesmo. Tempos de menos tecnologia de comunicação, mas de um inexplicável esplendor comunicativo via imprensa de interior e as emissoras da Capital, que atingiam todo o Estado. Havia até programas específicos para difundir diretrizes políticas e partidárias, à guisa de notícia.


TEMPO EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ


Covid em SC

Há 863.842 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus em Santa Catarina, sendo que 830.737 estão recuperados e 20.263 continuam em acompanhamento. O dado foi divulgado nesta quarta-feira, 21, feriado de Tiradentes. A Covid-19 causou 12.842 mortes no estado desde o início da pandemia. A taxa de letalidade é de 1,5%.

Esses números representam um acréscimo de 82 óbitos em comparação com o último boletim. Registrou-se uma alta de 2.683 na quantidade de confirmados.

Covid em Camboriú

A Secretaria de Saúde de Camboriú, por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica, informa que nesta quarta-feira, dia 21, até às 17h, o município oficializa 6 novos casos positivos Covid-19.

Dos 9.046 pacientes positivos, 8.784 já receberam altas e 131 pacientes vieram a óbito. No momento 131 pacientes encontram-se em tratamento, destes 113 estão em isolamento domiciliar.

Internados em leitos UTI – 9 Internados em leitos de Enfermaria – 9 Internados HCC – 7 (sendo 4 pacientes de Camboriú – 2 pacientes de Porto Belo – 1 paciente de Bombinhas)

As pessoas que apresentarem sintomas leves e que necessitarem de atendimento, devem procurar a UBS mais próxima de sua casa, que atende das 7 às 17 horas. Em casos de sintomas acentuados o paciente deve se dirigir ao Centro de Triagem do Covid-19, localizado no Hospital Cirúrgico Camboriú (HCC).

Para informações e dúvidas as pessoas podem entrar em contato pelo telefone (47) 3365-4623 e (47) 3365-1098. Acesse também: www.camboriu.sc.gov.br/coronavirus e mantenha-se informado.


Covid em Balneário Camboriú

Nesta quarta-feira (21) Balneário Camboriú vacinou 561 pessoas com a primeira dose contra a Covid-19. Ao todo, o município já vacinou 21.903 pessoas com a primeira dose, destes, 4.590 são profissionais da saúde, 17.062 são idosos com 64 anos ou mais, 77 são idosos residentes em Instituições de Longa Permanência e 174 são profissionais das Forças de Segurança, Salvamento e Forças Armadas.

Hoje o município vacinou 114 pessoas com a segunda dose da vacina contra Covid-19, chegando a 15.185 unidades da segunda dose aplicadas.

Os idosos acamados devem solicitar agendamento para que a imunização seja feita em domicílio, por meio das equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), através do telefone (47) 3267-7049, também disponível para tirar dúvidas.

Vacinação

Na quinta-feira (22) o município segue a vacinação da primeira dose em idosos de 64 anos ou mais e continua a segunda dose em idosos de 69 anos ou mais, além dos profissionais de saúde com mais de 45 anos. A vacinação ocorre, das 8h às 17h, no drive-thru localizado ao lado do CEM Ivo Silveira, no Bairro dos Estados e na Unidade Básica de Saúde Central, na Rua 1500. Nas demais UBS, a imunização ocorre das 08h às 12h e das 13h30 às 17h.

Para se vacinar é necessário apresentar documento oficial com foto e comprovante de residência - segunda dose precisa apresentar carteira de vacinação. Para os profissionais de saúde é necessário também levar comprovante de vínculo empregatício.

Os demais grupos continuarão sendo imunizados conforme distribuição dos lotes pelo Governo do Estado, seguindo a ordem de priorização. A Prefeitura Municipal irá informar a população dos locais de vacinação e fases, conforme a chegada de mais doses ao município.


MENSAGEM DO DIA

A auto-imagem que você tem agora.

Está na hora de cavar um pouco mais fundo e descobrir de que maneira você se vê. A chave que abre a porta de seu potencial é descobrir o que você aprendeu a pensar e sentir a respeito de si mesmo. Com essa descoberta vem a capacidade de mudar seu modo de pensar e comportar-se e de escolher um novo, que resultará em sentimentos mais positivos a respeito de si próprio.

O que a pessoa pensa sobre si determina tudo o que ela diz, faz, acredita e sente. Se você acredita que não é fisicamente atraente, seu mundo exterior confirmará essa crença. Em outras palavras, você notará e coletará provas para sustentar sua convicção, como críticas à sua aparência; e, ao mesmo tempo, rejeitará ou ignorará tudo o que não a reforce, como, por exemplo, um elogio.

A única maneira de mudar esse condicionamento é a decisão de anular pensamentos e convicções limitadoras, adquiridas no passado. Depende só de você levar uma vida de limitações convencionais e potencial restrito; ou outra diferente, plena de oportunidades ilimitadas e infinitas possibilidades. Sua auto-imagem não é fixa e imutável. Portanto, decida melhorá-la ao mais alto grau, porque essa é uma escolha que você tem. Além de ter uma escolha, você tem a capacidade para realizá-la.


TOME NOTA


+ Bombardeio total, com sentido de humilhação e desgaste apenas, o que se faz com a participação do Brasil na Cúpula do Clima, para a qual o presidente Bolsonaro foi convidado por Joe Biden, presidente dos EUA e aceitou.

A intenção é destruir o presidente, mesmo que isso destrua o Brasil na conceituação internacional. Não se busca corrigir rumos ou eventuais erros. Isto está muito claro: é só condenação pura e simples. Por isso o massacre tentado contra o ministro do Meio Ambiente.

As eternas queimadas da Mata Atlântica e seu também eterno desmatamento criminoso não são de agora - como disse, são eternos. Só que neste momento se evidenciam mais, porque os propósitos são outros - derrubar Bolsonaro e impedir amparo de recursos internacionais.

Artistas e governadores se juntam a isso. A tentativa parece inútil, no entanto. A cúpula lhes dará tanta atenção quando esquecimento. Vai pro lixo. Não há influência por lá. O nível é bem outro.

Biden não convidaria Bolsonaro para vilipendiá-lo. Quem sabe para cobrar ações, no que está correto e Bolsonaro sabe disso melhor do que ninguém. Internacionalmente, as políticas fluem noutro sentido e com padrões muito bem alicerçados em realidades e não como quer a oposição brasileira, que é inexpressiva neste contexto.


+ Vândalos não apenas furtam objetos de alumínio, como portas de lixeiras de prédios ou outros objetos de valor para receptadores - e os há e ninguém sabe onde estão ou quem são (ou sabem?) e então a algazarra continua, deixando o povo à mercê disso.

Agora a própria Vila do Artesanato é arrombada e vandalizada. Roubam objetos dos expositores. Num dos lugares mais nobres do centrão da cidade. Anteriormente, vimos escolas vandalizadas, o NAI vandalizado e outros prédios públicos vítimas dessa gente inescrupulosa. Bandidos, afinal. Mas a pergunta está aí: a Guarda Municipal não tem, justamente, a finalidade precípua de cuidar dos próprios públicos? Qual a posição?


+ Mais: Vandalizaram também, furtando fiação elétrica da tenda de vacinação do drive thru do CEM Ivo Silveira, obrigando a suspender o trabalho nesta quinta-feira, 22. Acho isso um escândalo de falha de segurança. UM ESCÂNDALO.


+ Covid-19: SC tem menos de 100 pessoas na fila por UTI pela 1ª vez em 50 dias. Total de 80 pacientes aguardando um leito vago é o menor registrado desde o início de março, quando a lista começou a ser divulgada.


+ Em Criciúma, um contraste e um absurdo: servidores da saúde se negam a tomar vacina e são ameaçados de demissão e só assim se vacinam. Quatrocentas pessoas da cidade negaram a vacinação, mas tiveram que assinar termo de responsabilidade de arcar com as consequências.


+ O Supremo se transformou no maior partido de oposição ao governo Bolsonaro. A todos os momentos em que a oposição perde qualquer votação no Congresso, corre para o Supremo. E o Supremo tem entrado, invadindo competências de atribuições de outros poderes. (Ives Gandra Martins)


FRASE


Não viva para que a sua presença seja notada, mas para que a sua falta seja sentida.

(Bob Marley)


LogomarcaMin2cm.jpg