• Aderbal Machado

Vereador pode e deve ter propostas definidas para exercício do mandato


Mais do que fiscalizar o Executivo, propor leis, votar e discutir a cidade, zelar pela coisa pública, ao vereador cabe ter metas e propostas. Não é difícil. O vereador não é executor, mas a ele cabe visualizar os problemas e sugerir o que, na prática, se possa ou deva fazer. Porque ele é o canal de difusão dos interesses e anseios populares. E o agente da busca de soluções.

Por isso, apresento aqui as propostas, genericamente, que alinhei para isto. Há que se esmiuçar cada uma delas e isso será feito ao longo da campanha. Aqui estão só para conhecimento.


PROJETOS E METAS

a) Reduzir despesas e cargos do gabinete. É desnecessária e de custo por demais elevado a utilização de cinco servidores comissionados num gabinete de vereador. Isto é ponto pacífico e que cumprirei no meu gabinete, pois não é necessário autorização e nem lei alguma, exceto a minha vontade. Quanto aos demais vereadores, cada um responda por si.

b) Propor redução do número de vagas de vereadores, nos primeiros dias de mandato.

c) Cultura: valorizar os espaços para artistas locais, além e acima do uso da Lei de Incentivo, nas ruas, inclusive.

d) Urbanismo: manter um debate forte pela racional ocupação da orla, antes e após alargamento, para evitar o uso indevido e/ou exploração exagerada do espaço.

Lazer & Esporte

e) Pugnar pela ocupação, em comodato, de terrenos baldios para uso popular. Estabelecer diretrizes seguras e ampliadas de apoio a atletas, via Fundação Municipal de Esporte.

Mobilidade Urbana

f) Ampliar a discussão e propor medidas para a implantação do transporte coletivo integrado entre Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí e, eventualmente, a possibilidade de subsídio municipal em favor dos usuários mais carentes.

g) Discutir e propor a implantação de corredores exclusivos para ônibus nas principais vias de circulação.

Saúde:

h) discutir e propor medidas para o vocacionamento dos hospitais da região, evitando a acumulação de atendimentos nos hospitais de referência (Ruth e Marieta).

i) Pugnar pela valorização do pessoal da saúde e a contratação de mais médicos especialistas, a fim de reduzir a espera por atendimentos.

Educação:

j) discutir e propor medidas para ampliar o ensino integral e fazê-lo funcionar em todas as escolas municipais.

k) Apoiar, incondicionalmente, a valorização do magistério e dos demais profissionais da educação.

Social

l) Cuidar do bom cumprimento e aperfeiçoamento das políticas públicas para idosos, mulheres, deficientes, crianças, animais.

m) Zelar, com rigor, pelo cumprimento de metas orçamentárias do Executivo e Legislativo, fiscalizando e denunciando, se for necessário.

n) Propor ampliar a capacidade de reservação de água da cidade, para que se invista no financiamento de maior capacidade dos reservatórios residenciais e, também, promover a construção de cisternas em pontos estratégicos da cidade, com permissão de condomínios e proprietários de terrenos.

o) Pugnar pela construção de uma nova captação de água, para no mínimo dobrar a capacidade de recalque de água bruta e produção de água tratada à população. Já há projeto neste sentido desde 2005, até agora esquecido.

p) No saneamento, propor amplificar e tornar mais rigorosa a legislação, no sentido de punir infratores e propor um projeto para despoluição do Rio Camboriú, principal vetor da poluição da nossa praia.

LogomarcaMin2cm.jpg