• Aderbal Machado

Taxa de ocupação de leitos da UTI Covid de Balneário Camboriú cai para 70%, após seis meses


Pela primeira vez em seis meses, caiu para 70% a taxa de ocupação de leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) exclusivos para tratamento da Covid-19 no Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento da Covid-19 (CMATC). Dos 30 leitos pactuados disponíveis no município, 21 estão ocupados, sendo 12 pacientes de Balneário Camboriú.


A taxa estava oscilando entre 80% a 100% nos últimos meses, com a segunda onda fazendo efeito em Santa Catarina. Assim como na ocupação da UTI, o avanço da vacinação contra Covid-19 em Balneário Camboriú tem mostrado efeito nos casos ativos do vírus, que decaíram em 79%. Os dados são do Boletim Epidemiológico da Secretaria Municipal de Saúde.


Sobre o CMATC

O Centro Municipal de Acolhimento e Tratamento do Coronavírus (CMATC) foi um dos primeiros centros exclusivos para atendimento de pessoas que possuem os sintomas da Covid-19 no Brasil e o primeiro do Estado. A estrutura recebe moradores de toda região e de outros estados e conta com 50 leitos, sendo 30 de UTI e 20 leitos clínicos.

LogomarcaMin2cm.jpg