• Aderbal Machado

Prefeitos fora da rota dos conceitos sobre Covid-19 se reúnem para debater tratamento precoce

Os prefeitos de Chapecó (João Rodrigues), São José (Orvino Coelho D'Ávila) e Clésio Salvaro (Criciúma), vão se reunir na cidade de Clésio para discutir metodologias de combate à pandemia, fora dos padrões ditados por parte da mídia. Resumindo: tratamento precoce. De quebra, defenderão a derrubada do impeachment de Carlos Moisés, por isso proporcionar instabilidade política e dano aos interesses dos municípios. Ainda acho que o que os incomoda é a dureza de relacionamento com a vice-governadora no exercício do governo.

Os três prefeitos, em suas respectivas ações, fugiram da linguagem persistente de condenação do tratamento precoce contra a Covid-19. O prefeito de Chapecó chega com o êxito das medidas adotadas no seu município, atingido por uma onda avassaladora de infecções há pouco mais de um mês e já recuperado. Detalhe: só adotando medidas e protocolos mínimos e deixando o comércio essencial e os serviços abertos e funcionando.

Os três adotam medidas polêmicas e pouca bola dão para as reações críticas. Vão tocando adiante e, pelo jeito, conseguindo resultados.

É uma frente que poucos ousam enfrentar, pois todos têm uma boa linha de raciocínio e números, dados e estatísticas a mostrar num combate frente a frente em qualquer debate. Por isso, após algumas tentativas frustradas de constrangê-los, a chamada grande mídia resolveu ficar só nos bastidores. O monólogo não apresenta riscos de desmonte ao vivo e em cores.

LogomarcaMin2cm.jpg
3420-05-WEBBANNER-PORTAL-ADERBAL-MACHADO