Operação Cadeia Premiada em SC e RS prende envolvidos e sequestra valores

A Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Defraudações da Diretoria Estadual de Investigações Criminais - DD/DEIC, com apoio da DIC de Balneário Camboriú e Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Sul por meio da DRACO de Passo Fundo/RS, deflagraram a Operação Cadeia Premiada cumprindo 12 mandados de prisão temporária envolvendo os crimes de estelionato, organização criminosa e lavagem de dinheiro.

Ação cumpre mandados de prisão e faz buscas em Florianópolis, São José, Governador Celso Ramos, Balneário Camboriú, Garopaba e Paulo Lopes.

As investigações apontavam que membros de organização criminosa sediada em Passo Fundo/RS se dirigiam a Santa Catarina para aplicar os chamados golpes do bilhete premiado.

Até a manhã dessa sexta-feira, oito prisões temporárias foram cumpridas e as diligências ainda estão em andamento no Rio Grande do Sul.

Segundo o Delegado Pedro Henrique Mendes, a colaboração entre as polícias judiciárias dos dois estados é imprescindível para a identificação e a prisão dos responsáveis por esse tipo de crimes de estelionato que ainda vitimam muitas pessoas, em especial idosos.

Além das prisões, também está sendo dado cumprimento ao sequestro de valores de contas bancárias de 12 pessoas.


LogomarcaMin2cm.jpg