Na CPI da Covid, Luciano Hang fez barba, cabelo e bigode e tirou sarro


Até os mais ferozes opositores reconhecem: a CPI deu uma mancada homérica ao convocar Luciano Hang para depor. A bizarrice ficou ainda mais comprovada no decorrer da sucessão de questionamentos tolos que lhe fizeram, numa tentativa não de investigar nada em relação à própria finalidade da sua presença lá - Covid e "gabinete paralelo" e financiamentos eventuais a manifestações pró-Bolsonaro, mas à sua vida empresarial, se pegou empréstimos ou financiamentos de entidades oficiais. Absolutamente fora, na maioria, das finalidades e objetivos declarados da CPI. Como se crime fosse - e não é.

O resultado final da bagaça vimos: uma expressiva e massacrante expressão opinativa nacional a favor de Luciano. Exaltaram-no ao extremo com essa convocação e, se ele desejar, promoveram-no à sua eventual candidatura ao Senado em SC.

Mesmo os que lhe são críticos reconhecem a sua performance como demolidora na CPI. E, outro resultado constatado: a CPI se desmoralizou de vez, demonstrando sua fragilidade e inconsistência. E lá estava ele, com sua indumentária típica: paletó verde, gravata amarela e camisa branca. E Renan Calheiros chegou a insinuar a figura do "bobo da corte". Mas os palhaços estavam noutro lugar.

Além do que, demonstrou que fez mais do que qualquer dos presentes ali, em favor dos estados e municípios, doando equipamentos para tratamento da Covid. Inclusive em favor de estados de origem dos senadores, como o Amazonas de Omar Aziz, o medíocre presidente da CPI. Ou Alagoas de Renan Calheiros, o impróprio.

A maior das ironias, contudo, foi a divulgação massiva, durante a audiência esquisita e inoportuna, foi terem permitido - e permitiram - que ele exibisse um vídeo de propaganda explícita de suas lojas, com evoluções patrióticas (bem como a esquerda e os opositores odeiam). E que, nas suas falas, principalmente a inicial, demonstrasse com incrível desenvoltura, o resultado de seu trabalho.

Diria um filósofo contemporâneo: da CPI, Luciano Hang saiu maior do que entrou.

LogomarcaMin2cm.jpg