• Aderbal Machado

Mais de uma tonelada de resíduos retirada dos costões rochosos de Balneário Camboriú

Em cerca de nove meses, mais de uma tonelada de resíduos foi retirada de costões rochosos de Balneário Camboriú. São plásticos, papel, vidro, tecido, metal, borracha, madeira e material de pesca. A identificação e limpeza dos pontos que acumulam resíduos nos costões começaram em agosto de 2021, a cargo da Univali, especial e regularmente contratada para o serviço.

O trabalho nos últimos quatro locais, de um total de 13 pontos, terminou em maio, com a limpeza no canto norte da Praia do Buraco (também conhecida como Praia do Coco), na face norte da ponta do Morro de Taquaras, no extremo leste do Morro de Taquaras e na Ponta do Lobo (morro que separa a Praia do Estaleiro da Praia do Pinho). Foram recolhidos 183,07 quilos de resíduos. A quantidade maior estava fora da água: 107,14 quilos. Submersos, estavam 75,93 quilos.

Nos 13 pontos, foram coletados 1.165,37 quilos de resíduos, encontrados em costões localizados entre o Rio Camboriú e a Praia de Laranjeiras, no canto norte da Praia Central, perto do trapiche da Praia de Laranjeiras, no canto norte da Praia do Estaleirinho, na Ilha das Cabras, na Praia de Taquarinhas e na Praia do Estaleiro.


O resultado do trabalho, feito pelo Laboratório de Mergulho Científico da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia (EMCT) da Univali, vai compor uma pesquisa para embasar ações de educação ambiental.

LogomarcaMin2cm.jpg