Impeachment de Carlos Moisés: absolvido sim, inocente não

GROSSO MODO – COLUNA DIÁRIA

(coluna de informação e opinião sujeita a chuvas e trovoadas)


NO LIMITE DO FATO

A absolvição do governador Carlos Moisés no processo de impeachment foi por minoria desqualificada. Ficou pendurado num voto. Prefiro me louvar no voto e nas fundamentações dos magistrados integrantes do Tribunal Misto, esses sim técnicos, basilares na conceituação da responsabilidade administrativa e política do governador. Seus votos foram demolidores e iguais. Só caíram porque a decisão nesses casos é meramente política, tal como aprovação ou rejeição de contas dos executivos todos – não importa quantos erros ou crimes de uso do dinheiro público tenha havido.

Agora é ver a enxurrada de anomalias com o dinheiro público, no pagamento da fatura, com privilégios principalmente aos quatro deputados cujos votos impediram o impedimento – redundância necessária.


Imaginem: ao entrar na sua interinidade no cargo, a vice-governadora demitiu ou anulou mais de 50 nomeações de última hora de comissionados indicados por esses deputados. Uma avalanche de sinecuras. Pois agora, na convicção da efetividade e sem nada mais a atrapalhar ou risco a correr, eles voltarão, com juros. Duvidar que esse número se multiplique muitas vezes é loucura.

E nós ficaremos aqui, na planície opressiva da vida nacional, assistindo silenciosa e ordeiramente. Putos da vida, mas conformados pela impossibilidade de reação.

Quero ver quantos cargos o deputado do PT pedirá – e terá. E quero ver como o partido reagirá a isso. Arrisco: pragmático, nada dirá. Porque é hora do “venha a nós o vosso reino”. E nessa hora a hipocrisia supera tudo. É a “hipocrisia do bem”. Aliás, o partido emitiu nota sobre o assunto (veja ao final da coluna).

Enfim, o governador foi absolvido, tecnicamente falando. Mas criminalmente falando, inocente não é.


TOME NOTA


+ A não aprovação da vacina Sputnik V pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) dominou as discussões da Comissão Temporária da Covid-19, em audiência pública nesta sexta-feira (7). A disponibilidade de imunizantes contra doença é, para os senadores, indispensável ao enfrentamento à crise sanitária, motivo da agenda propositiva do colegiado.


+ Reparem o que disse a Folha de SP antes da vitória de Juliette no BBB sobre sua performance no reality. E liguem isso ao resultado final. Irônico, não? Ou apenas o espelho de uma realidade? Porque, ao final, ela venceu com sua estratégia.


+ Com 1,4 bilhão de habitantes cada, China aplicou 298 milhões de doses e Índia 163 milhões. Os EUA aplicaram 252 milhões de doses no total.


+ Querem que haja fiscalização nas ações da polícia no combate a criminosos. A melhor sugestão é sempre convidarem para acompanhar essas ações na linha de frente, lá onde o bicho pega, um Promotor de Justiça e/ou um Juiz de Direito. Pra serem testemunhas oculares da História.


+ Quantos países usam urnas eletrônicas em eleições? O TSE afirma que são 46, louvando-se em agências de checagem e numa entidade chamada Instituto para Democracia e Assistência Eleitoral Internacional. Mas não diz quais países. Ou seja: nem o TSE tem a informação e joga no ar uma conversa vazia.


+ Após manifestação técnica dos ministérios competentes, o Presidente Jair Bolsonaro vetou o projeto de lei que estendia o prazo para a apresentação da Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física do exercício de 2021, ano-calendário de 2020, até 31 de julho.


+ Agora entendi por que o presidente Bolsonaro afirmou que editará Medida Provisória contra as restrições e duvida que qualquer tribunal conteste: copiará os principais preceitos do Artigo 5º da Constituição Federal.


+ Mais de 14 mil médicos adotam o tratamento precoce no Brasil, afirma senador que está reunindo informações sobre a terapêutica (Revista Oeste)


+ A Dra. Yamaguchi, defensora do tratamento precoce, desafiou a CPI da Covid a convidá-la a depor e debater sobre o assunto. Correram da raia. Não serve às suas narrativas falar com quem domina o assunto. Apanhariam igual boi ladrão. Pra bobos não servem.


+ Marginal rouba um cidadão para comprar droga, mas não assalta um traficante para obter a droga. Não seria mais fácil, mais barato e menos danoso?


+ SC registra a terceira morte por dengue da sua história. Em Joinville, a primeira de sua história. Descuidamos disso e estamos começando a ver surgirem os resultados da omissão.


+ Homem é flagrado andando completamente nu em ruas de Florianópolis. Mulher é flagrada andando completamente nua em ruas de Balneário Camboriú. Pois estamos numa fase muito doida.


CORONAVÍRUS EM SC















CORONAVÍRUS EM BALNEÁRIO CAMBORIÚ







































CORONAVÍRUS EM CAMBORIÚ
















MENSAGEM DO DIA


Para quem você trabalha?

Recentemente fui servido por um garçom mal-educado. Sua linguagem corporal dizia mais ou menos o seguinte: “Quem mandou você vir a este restaurante?”.

Ele demorou 20 minutos para me trazer um cappuccino e, quando chegou, metade estava no pires. Conversando, eu lhe perguntei sobre seu trabalho e seu patrão. Aí ele disse: "É claro que não quero trabalhar para esse cretino o resto da vida”.

Infelizmente o nosso garçom esqueceu um aspecto importantíssimo da vida no local de trabalho: a gente não trabalha para o patrão; trabalha para si mesmo.

Nenhum empregador é perfeito, e pode ser que seus colegas sejam preguiçosos. Mas quando você se candidata a um emprego, o seu dever é dar o melhor de si e não prejudicar o cara que assina os cheques no fim do mês.

Quando você só dá 50 por cento do seu esforço, acaba sofrendo muito mais do que o patrão. Este, quando muito, sai perdendo algum dinheiro. Você perde o entusiasmo e a autoestima, além de um bom pedaço da vida.

Algumas pessoas acreditam que há coisas “boas” e coisas “ruins” para fazer na vida. Não é assim. Uma pessoa interessante pode tornar interessante um trabalho tedioso...

Gostar do trabalho é uma escolha. Há pessoas que são capazes de transformar as piores atividades num prazer! Elas simplesmente partem do princípio de que o trabalho deve ser interessante, e pronto!

Em poucas palavras: você dá o melhor de si não porque precisa impressionar as pessoas. Dá o melhor porque é a única maneira de gostar do trabalho.

(Andrew Matthews, no livro "Siga seu coração")


FATOS HISTÓRICOS DO DIA


Nasce Jean Henri Dunant

Em 8 de maio de 1828, nasce Jean Henri Dunant, suíço preocupado com a solidariedade mundial. Foi o ganhador do primeiro Prêmio Nobel da Paz, em 1901, por ter fundado a Cruz Vermelha Internacional e criado a Convenção de Genebra.


1350 - É assinado o Tratado de Bretigny, que põe fim ao primeiro período da chamada Guerra dos Cem Anos, entre França e Inglaterra.

1627 - Sebastião Caboto descobre o Rio Paraná.

1686 - Isaac Newton termina o prefácio de sua obra Philosophiae Naturalis Principia Matematica.

1790 - A Assembléia Nacional Francesa pede à Academia de Ciências a formulação de um sistema decimal de pesos e medidas.

1880 - Morre Gustave Flaubert, novelista francês.

1884 - Nasce Harry S. Truman, que foi presidente dos Estados Unidos.

1906 - Nasce Roberto Rossellini, cineasta italiano.

1943 - É criada a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e a Alimentação (FAO), em Hot Springs (EUA). O obejtivo é combater a fome no mundo.

1957 - O presidente norte-americano Dwight Eisenhower aceita a proposta soviética de criar uma zona parcialmente desmilitarizada na Europa.

1996 - A Assembléia Constituinte da África do Sul aprova a nova Constituição.

1999 - Morre Sir Dirk Bogard, ator britânico.


COMEMORAÇÕES DO DIA

DIA INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA DIA DO ARTISTA PLÁSTICO DIA DO PINTOR DIA DA VITÓRIA (FIM DA 2ª GUERRA MUNDIAL - 1945) DIA DO PROFISSIONAL DE MARKETING DIA NACIONAL DO TURISMO


SANTOS DO DIA




SÃO BONIFÁCIO SÃO VITOR

SÃO BENTO II (PAPA)

SÃO ARSÊNIO


HIPOCRISIA E SEU NOVO APELIDO:

O PRAGMATISMO PETISTA NO IMPEACHMENT


PT regional emitiu nota sobre o voto do seu deputado contra o impeachment de Carlos Para o partido, a decisão sobre o voto foi tomada em comum acordo com a Executiva Estadual e enfatiza que não há digital do Governador no processo, mas defende que haja apuração do episódio com punição de possíveis envolvidos.

“O posicionamento teve como base princípios sempre defendidos pelo partido e pautados na defesa da democracia e do estado democrático de direito. O PT entende que não é possível rasgar a constituição e criminalizar a política sem que haja qualquer prova”, diz trecho da nota.

Com lembrarem disso no Congresso, onde tramitam mais de 100 pedidos de impeachment do presidente Bolsonaro, alguns com a assinatura ou o consentimento explícito e implícito do PT. Sem provas, como costumam repetir compulsivamente quando o caso é contra Lula ou outros petistas.

LogomarcaMin2cm.jpg