GAECO e DIC apuram se médicos fraudavam ponto eletrônico em hospital de Joinville

Nesta terça-feira (15/12), estão em cumprimento 11 mandados de busca e apreensão para apurar supostos crimes de falsidade ideológica em Joinville.

Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) e a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Joinville deflagraram operação para dar cumprimento a 11 mandados de busca e apreensão contra médicos suspeitos de fraudarem o ponto eletrônico no Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, de Joinville.

A investigação iniciou à cerca de 60 dias e apura supostos crimes de falsidade ideológica que seriam praticados por 11 médicos lotados no hospital público que presta atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A operação ainda está em curso.

Os mandados foram deferidos pelo Juízo da 2ª Vara Criminal da Comarca de Joinville.

LogomarcaMin2cm.jpg