Faixa de Areia de Balneário Camboriú, as etapas de uma obra em tempo real


A ampliação da faixa de areia da orla da Praia Central de Balneário Camboriú se torna realidade após mais de 40 anos de sua primeira cogitação oficial.

Muitos governos municipais pensaram, tentaram, buscaram meios, porém a prática não aconteceu por vários fatores - como a dificuldade de licenças ambientais, conquista de recursos e, até, a tecnologia adequada.

Algumas etapas:

1970 - Início da discussão do alargamento.

1989 - O tema retornou ante as frequentes ressacas do mar.

1990 - Geólogo costeiro Ricardo Ayup-Zouain apresentou projeto, mas o estudo de viabilidade mostrou ser por demais caro.

1994 - O curso de oceanografia da Univali realiza os primeiros estudos sobre o tema.

2000 - O Instituto Nacional de Pesquisas Hidráulicas apresentou proposta técnica para o alargamento, acrescentando o efeito da sombra dos prédios sobre a orla como um dos motivos para a necessidade da obra.

2001 - Ano do plebiscito. Resultado: 4.752 eleitores disseram SIM e 1.759 eleitores disseram NÃO. Eleitores aptos: 50.780.

2011 - Nova licitação para projetos de alargamento, vencida pelo consórcio Acquaplan-Prosul.

2018 - Doação do projeto executivo pelo Instituto +BC. Aprovada a LAP. Contratação dos estudos.

2019 - Lançado edital.

2020 - LAI aprovada.

2021 - Iniciam as obras em março com a chega dos primeiros tubos.

2021 - Agosto começa o alargamento.


(ACOMPANHE EM TEMPO REAL, EM VÁRIOS ÂNGULOS DA ORLA, A OBRA DE ALARGAMENTO CLICANDO AQUI)


LogomarcaMin2cm.jpg