• Aderbal Machado

Em legítima defesa, comerciante mata homem durante assalto em Camboriú

A guarnição da PM foi acionada pela central de emergência para atendimento de ocorrência de Homicídio.


Chegando ao local, foi possível visualizar um homem em óbito, de bruços.


Feito contato com o autor dos fatos, relatou que estava no pavimento superior de seu estabelecimento e um homem adentrou a parte inferior anunciando roubo e ameaçando os funcionários.


Diante da ameaça e em posse de sua arma de fogo (Pistola 9mm, registrada em seu nome) fez disparos contra o agente, que foi ao chão e entrou em óbito.


Diante da situação, a guarnição solicitou via central a presença da Policia Civil, bem como do IGP, que realizaram os procedimentos de praxe.


Por fim, o autor dos disparos foi encaminhado à delegacia de Polícia Civil para procedimentos cabíveis.


Cabe ressaltar que durante os procedimentos do IGP foi localizado junto ao corpo um simulacro de arma de fogo na cor preta, quatro garrafas de bebida alcoólica e dois telefones celulares.


Atualização da PM: O morto tinha 30 anos, possuía registros policiais por diversos furtos, estava com Mandado de Prisão em aberto por roubo com retenção da liberdade da vítima (art. 157, parágrafo 2º, V) e FORAGIDO (saiu do Presídio por saída temporária de 14 dias e não retornou).

LogomarcaMin2cm.jpg