• Aderbal Machado

Em abril, Balneário Camboriú teve recorde de ocupação hoteleira para o mês

Os primeiros meses deste ano surpreenderam o setor de hotelaria em Balneário Camboriú com um aumento de 92% de ocupação, se comparado ao mesmo período de 2021, onde ainda se sentiam fortes efeitos da pandemia de Covid 19. Porém, o mês que mais chamou atenção foi abril, com um recorde histórico de 68,79% de ocupação, um registro inédito em seis anos, conforme dados levantados pelo Balneário Camboriú Convention & Visitors Bureau.


Com este aumento, a expectativa para a temporada de inverno é a melhor possível. “Isso mostra o potencial que temos de nos reerguer e construir um produto turístico de qualidade, com uma lista de atrativos ampliada em relação ao tínhamos antes da pandemia. Tenho certeza que 2022 será um ano de recomeços e metas alcançadas”, observou a presidente eleita do BC Convention, Andrezza Negrini.


Andrezza disse ainda que o aumento de turistas se deu também pelos novos equipamentos e o alargamento da faixa de areia da Praia Central, além das reservas remarcadas dos anos anteriores: “Tivemos dois feriadões em abril e os novos atrativos da cidade fazem parte dos quesitos para a escolha de Balneário Camboriú como destino dos momentos de descanso e lazer”, completou.


Taxas de ocupação de abril de 2017 a 2022:


2017: 54,90%

2018: 56,44%

2019: 42,31%

2020: 6,00%

2021: 27,21%

2022: 68,79%

=====

Em março, o número de ocupação da rede hoteleira de Balneário Camboriú foi de 73,06%, a maior do mês nos últimos três anos, em virtude do cenário “pós pandemia”.

O número aumentou em relação a fevereiro, que registrou 66,45% de ocupação

LogomarcaMin2cm.jpg