Draga com maior capacidade vai atuar na obra de alargamento da Praia Central em Balneário Camboriú


O Consórcio DTA/Jan de Nul, que executa a obra da faixa de areia da Praia Central de Balneário Camboriú, anunciou esta semana uma nova draga para o serviço: a draga Galileo Galilei, um equipamento novo, fabricado em 2020, com mais velocidade, e com maior capacidade de carga por ter menor calado.

A draga anunciada anteriormente, a Gerardus Mecatur, tinha a mesma capacidade de 18 mil metros cúbicos de areia em sua cisterna, mas por ter calado maior teria que transportar apenas 10 mil metros cúbicos por viagem. Já a Galileo Galilei poderá trazer 12 mil metros, 20% a mais de areia por viagem.


A obra segue dentro do cronograma, com mais de 1 km de tubulação já soldada no canteiro que vai da Rua 2500 até a 3.700. Na segunda quinzena de junho, um outro canteiro será segregado para a soldagem de uma segunda linha de tubos. Esta nova linha será soldada no trecho de praia entre a Avenida Alvin Bauer e a Rua 1901. Quando prontas, as duas tubulações, de cerca de 1,1 Km cada, serão levadas para o mar e juntadas numa única linha que terá uma ponta no mar, além da Ilha das Cabras, e outra em terra, na altura da Rua 3300.

ATENÇÃO: os canteiros são fechados ao público

A área do canteiro de obras se mantém segregada, por conta da movimentação de máquinas, veículos, equipamentos e trabalhadores no local e por isso é importante a população evitar estar ali. Além dos seguranças nas pontas do canteiro, na altura da Rua 2500 e na altura da Rua 3700, e da sinalização alertando para a proibição de acesso ao local, também a Fiscalização de Posturas da Prefeitura está atenta a acessos irregulares de pessoas.

LogomarcaMin2cm.jpg