DIÁRIAS: Vereador Anderson Santos (Podemos), dá bom exemplo: usa seu dinheiro para viagens a serviço

Na última semana, o Vereador Anderson Santos (Podemos) esteve em Brasília para participar de importantes agendas com Deputados, Senadores e outras autoridades.


Vereador de Balneário Camboriú merece louvores: viaja para tratar de trabalho do mandato, mas não usa diárias: vai com o seu dinheiro, segundo anunciou.

A primeira agenda foi na terça-feira (13) pela manhã, onde juntamente com a Presidente da Fundação Cultural de Balneário Camboriú, Denize Leite, e a Diretora Lilian Martins Camargo, se reuniram com o Deputado Rodrigo Coelho para solicitaram emendas parlamentares para a Cultura, em especial para a plataforma de integração cultural e o projeto de climatização da Biblioteca Municipal.


Ainda na terça, no período da tarde, o Vereador e seu chefe de Gabinete Umberto Sell foram ao Ministério da Saúde onde se reuniram com o Departamento Técnico para verificar algumas demandas do Hospital Ruth Cardoso, além de averiguar as formas existentes para conseguir emendas e outros recursos para o Hospital.


O Vereador também esteve no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação - FNDE, do Ministério da Educação, para verificar a respeito de programas e solicitar recursos para o município. Lá foi verificado o andamento de algumas solicitações e projetos para conseguir a liberação através de indicação e emendas parlamentares.

Na quarta-feira (14), o Vereador Anderson participou de reunião com o Senador Paulo Rocha, que é relator do PLC 151/2021, que regulamenta a profissão de Podólogo, estabelecendo as qualificações mínimas para todo o território nacional. Na oportunidade, Anderson fez uma moção de apelo em nome de todos estes profissionais de Santa Catarina solicitando a aprovação do projeto.


O Vereador, juntamente com o Deputado Rodrigo Coelho, participou de uma importante reunião com a equipe da Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT. Nessa reunião Anderson apresentou algumas proposições trazidas na Reunião Pública do dia 30/06, com a Arteris Litoral Sul. Na oportunidade também foi solicitada a aprovação de projetos executivos da Arteris para o trecho da Rodovia BR-101 em Balneário Camboriú. No mês de agosto, será realizada uma reunião entre a Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, o Gabinete do Deputado Rodrigo Coelho, Arteris Litoral Sul e a ANTT.


Viagem com recursos próprios


O Vereador Anderson, ficou satisfeito com o resultado da viagem. “Entendo que estarmos em Brasília potencializa o impacto do nosso trabalho, pois podemos, com mais facilidade, captar recursos para nossa cidade e resolver outras situações com mais agilidade”.


Anderson reforçou que tanto ele quanto sua equipe utilizaram recursos próprios para custeio das despesas. “Gosto de frisar que não utilizo nenhum dinheiro público para realizar essas viagens”.


==


Parece pouco, mas nem é pelo dinheiro de diárias e sim pelo exemplo. É algo muito grande, eticamente falando.


A propósito, no Portal da Transparência da Câmara de Balneário Camboriú estão gastos de viagens "a serviço" de alguns vereadores. Quanto reembolsaram?


O Legislativo da cidade gastou, até agora, desde o início do mandato, R$ 43.370,18 com diárias pagas a servidores e vereadores em viagens por conta do erário.


Alessandro Kuhne (Teco), R$ 3.310,70. Objetivo: viagem a Brasília em 6 de julho, ficando dois dias para, segundo relatório, reuniões em ministérios e audiências com senadores e deputados federais.


David Fernandes (La Barrica), R$ 3.310,70. Objetivo: viagem a Brasília em 30 de junho, ficando dois dias para, segundo relatório, visita à ANTT e Câmara dos Deputados.


Elizeu Pereira, R$ 3.310,70. Objetivo: viagem a Brasília no dia 22 de junho, ficando dois dias para, segundo relatório, cumprir "agenda na Câmara Federal".


Marcelo Achutti, R$ 3.310,70. Objetivo: o mesmo de Elizeu Pereira.


Marcos Kurtz, R$ 3.310,70. Objetivo: o mesmo de David Fernandes.


Nilson Frederico Probst, R$ 3.310,70: Objetivo: o mesmo de Elizeu Pereira.


E o campeão das diárias até aqui:


Carlos Souza Fernandes (Kaká), R$ 9.932,10. Viagens dias 22 de fevereiro (dois dias), 31 de março (dois dias) e 9 de julho (dois dias). Agendas iguais nas três viagens: visita a ministérios e gabinete do deputado Daniel Freitas, "em busca de recursos para Balneário Camboriú e solicitação de emendas parlamentares".


Cada diária tem o valor de R$ 1.655,35.


Fica sempre a pergunta das razões pelas quais se viaja para fazer a mesma coisa que se poderia fazer com igual resultado via mídias sociais, privadas ou públicas, tais os recursos disponíveis, até para lives na hora que se queira, para cobrar dos nossos parlamentares.


Finalmente, o Portal da Transparência deveria deixar de ser burocrático e sucinto e publicar o relatório dos resultados obtidos, para dar efetividade de investimento às tais viagens. Mas nem isso justifica, como evidenciamos no parágrafo anterior. O modernismo e o avanço tecnológico ficou pra trás na política.


Mas isso nem é novidade.


Por isso mesmo, pelo diferencial, palmas para o vereador Anderson Santos, que ele merece.

LogomarcaMin2cm.jpg