• Aderbal Machado

Deputados estaduais criticam Coes e o STF por medidas para conter o coronavírus


Deputados do PSL, MDB e do Novo criticaram o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes) e o Supremo Tribunal Federal (STF) por decisões que minimizam a transmissão do coronavírus na sessão desta terça-feira (13) da Assembleia Legislativa.

“Estou indignado com o governo do estado e com o Coes em se tratando da prática esportiva. Os deputados usam diariamente a tribuna para falar que esporte é saúde, recomendo até que a governadora faça esporte, faz bem para mente e porque ela está precisando”, declarou Ricardo Alba (PSL). O representante de Blumenau cobrou a liberação das práticas esportivas coletivas. “É uma palhaçada. Estão há mais de um ano sem trabalhar”, enfatizou Alba, que ameaçou ir para frente da Casa da Agronômica fazer embaixadinhas e chutar a bola para dentro da residência oficial.

Fernando Krelling (MDB) concordou com o colega. “Estamos cansados de pedir, de apelar à sensibilidade do governo, mas já passou do tempo da sensibilização. Libere a prática dos esportes coletivos”, reivindicou o representante de Joinville.

Já o deputado Bruno Souza (Novo) criticou a decisão do STF que proibiu cultos e missas presenciais durante a fase crítica da pandemia. “A liberdade religiosa é um dos pilares da própria liberdade, mas no Brasil alguns gestores estão tão ensimesmados que estão julgando a partir das suas próprias perspectivas e os cultos e as missas estão sendo perseguidos Brasil afora”, relatou Bruno.O parlamentar ressaltou a atitude do prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que desafiou a decisão, já revertida, do ministro Nunes Marques, que liberou as atividades mencionadas contra decisão do plenário do Supremo Tribunal.“Não são capazes de qualquer empatia, creem e julgam a partir da sua própria perspectiva e julgam nós cristãos como místicos e até fanáticos”, reconheceu Bruno.

Jessé Lopes acompanhou Bruno nas críticas a Kalil. “Ele não gosta de ir à Igreja, gosta de ir para o bar”.

LogomarcaMin2cm.jpg