• Aderbal Machado

Depois de muito tempo, SC consegue vaga na Mesa Diretora do Senado, com Jorginho Melo, do PL


O Plenário elegeu nesta terça-feira (2) nove dos dez membros da Mesa do Senado para o biênio que vai até fevereiro de 2023. Das 16 bancadas com membros no Senado, 9 estarão representadas na Mesa, que também terá senadores de todas as cinco regiões do país.


Apenas o cargo de 4º suplente de secretário ficou desocupado, sem que nenhum partido tenha indicado nomes para ele. O seu preenchimento será feito em outro momento, e poderá levar o total de partidos representados na Mesa para 10.


O 1º vice-presidente do Senado será o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), que venceu disputa com o senador Lucas Barreto (PSD-AP). O MDB é a maior bancada do Senado, com 15 integrantes. O 1º vice é o substituto imediato do presidente da Casa nas suas funções em casos de ausências e impedimentos.


Todos os demais cargos foram preenchidos em chapa única, por acordo entre as lideranças partidárias. Foram 64 votos do Plenário a favor da chapa e 1 contrário, além de 8 votos em branco.


A 2ª Vice-Presidência continuará com o Podemos, que tem a terceira bancada, com 9 membros. O partido indicou o senador Romário (RJ). O PSD, que tem a segunda maior bancada, com 11 membros, continuará com a 1ª Secretaria, através do senador Irajá (PSD). Essa função é responsável pela condução e supervisão de todas as atividades administrativas do Senado.


O PP, que tem a quarta maior bancada, com 7 membros, passará a ocupar a 2ª Secretaria, com o senador Elmano Férrer (PI). O posto se encarrega das atas das sessões secretas. As outras duas secretarias, que auxiliam o presidente na condução das sessões, ficarão com os senadores Rogério Carvalho (PT-SE) e Weverton (PDT-MA).


Nas três suplências já distribuídas estarão os senadores Jorginho Mello (PL-SC), Luiz do Carmo (MDB-GO) e Eliziane Gama (Cidadania-MA), que será, por enquanto, a única mulher na Mesa do Senado. Será o terceiro biênio consecutivo sem uma representante da bancada feminina entre os membros titulares da Mesa. Os suplentes substituem os secretários nas suas ausências.


Comissão Diretora

Os membros da Mesa do Senado, com exceção dos suplentes, compõem a Comissão Diretora, que se encarrega da organização e do funcionamento da Casa e da redação final de todas as proposições que são aprovadas pelos senadores. Além disso, o presidente, o 2º vice, o 2º e o 4º secretários e o 2º e o 4º suplentes integram a Mesa Diretora do Congresso Nacional.


Somadas, as 9 bancadas com assento na Mesa têm 62 senadores, mais de 76% do Senado. A formação da Mesa, segundo o Regimento Interno, deve reproduzir a proporcionalidade entre os partidos na composição da Casa. A maior bancada que ficou sem representação foi o PSDB, que possui 7 senadores, mas isso ainda pode mudar com a ocupação da 4ª Suplência.


(Fonte: Agência Senado)

LogomarcaMin2cm.jpg