• Aderbal Machado

Dengue: Balneário Camboriú considerado infestado e Bombinhas e Navegantes em epidemia

No período de 29 de dezembro de 2019 a 26 de setembro de 2020, foram notificados 21.633 casos de dengue em Santa Catarina. Desses, 11.272 (52%) foram confirmados (4.624 pelo critério laboratorial e 6.648 pelo critério clínico epidemiológico), 474 (2%) inconclusivos (classificação utilizada no SINAN para os casos que, após 60 dias da data de notificação, ainda não tiveram sua investigação encerrada), 9.714 (45%) foram descartados por apresentarem resultado negativo para dengue e 173 (1%) estão sob investigação pelos municípios.


Balneário Camboriú, Camboriú, Bombinhas, Itajaí, Itapema, Porto Belo, Navegantes, Balneário Piçarras, estão entre as 103 cidades de SC consideradas como "infestadas" pelo mosquito da dengue. Ou seja, 8 dos 11 municípios da Amfri

Do total de casos confirmados até o momento, 10.840 casos são autóctones (transmissão dentro do estado), 174 casos são importados (transmissão fora do estado), 139 casos são indeterminados pois não foi possível definir o LPI e 119 casos estão em investigação de LPI.

Bombinhas e Navegantes são considerados municípios em epidemia de dengue

Em 2020, até a SE 39 foram confirmados 95 casos de dengue com sinais de alarme, residentes nos municípios de Joinville (93), Florianópolis (01) e Itajaí (01), e 01 (um) caso de dengue grave, residente no município de Balneário Camboriú, sendo que todos evoluíram para cura.


Em relação aos casos autóctones até a SE 39, foram processadas 57 amostras para pesquisa viral pelo Laboratório Central de Saúde Pública (LACEN) do Estado. Foram isolados três sorotipos, sendo que em 35,1% das amostras (20/57) foi identificado o DENV1, em 57,9% (33/57) o DENV2, e em 7% (4/57) o DENV4. Os municípios de Balneário Camboriú e Florianópolis apresentam circulação simultânea dos sorotipos DENV1, DENV2 e DENV4. Nos municípios de Joinville e Porto Belo estão circulando os sorotipos DENV1 e DENV2, simultaneamente. Nos municípios de São Miguel do Oeste e Tijucas ocorre a circulação do sorotipo DENV1 e nos municípios de Chapecó, Itajaí, Itapema, Formosa do Sul, Navegantes e São José do Cedro está circulando o sorotipo DENV2.


Atualmente, Santa Catarina tem 11 municípios considerados em situação de epidemia. Joinville apresenta o maior número de casos autóctones (8.680) no estado, o que representa 80,1% do total no ano de 2020, e a taxa de incidência é de 1.470 casos por 100 mil/hab. Além de Joinville, os municípios com epidemia de dengue são: Águas de Chapecó, Bombinhas, Caibi, Coronel Freitas, Formosa do Sul, Maravilha, Navegantes, São Carlos, São Miguel do Oeste e Tijucas.


A caracterização de epidemia ocorre pela relação entre o número de casos confirmados e de habitantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) define o nível de transmissão epidêmico quando a taxa de incidência é maior de 300 casos de dengue por 100 mil habitantes.


LogomarcaMin2cm.jpg