• Aderbal Machado

Cinco mandados de prisão por homicídio dentro do presídio da Canhanduba, em briga de facções

A Polícia Civil cumpriu cinco mandados de prisão preventiva pelo crime de homicídio qualificado pelo motivo torpe, pelo emprego de asfixia e pelo emprego de recurso que impossibilite a defesa da vítima, em função da morte de um interno do Complexo Penitenciário do Vale do Itajaí.

No dia 20/07/2020, no começo da manhã, o corpo de um homem de 19 anos foi encontrado morto, pendurado em uma grade com uma corda no pescoço, em situação de aparente suicídio. Iniciadas as investigações, apurou-se que a vítima foi morta em virtude de rixas entre facções criminosas dentro do sistema penitenciário.

Ficou demonstrado que quatro colegas de cela da vítima, integrantes de uma facção rival, a imobilizaram e a asfixiaram no meio da madrugada, enquanto os demais detentos dormiam. Após a morte, foi feita a simulação de uma cena de suicídio, suspendendo a vítima por uma corda no teto, em aparente enforcamento voluntário. Houve ainda o indiciamento de outro detento, liderança de uma das facções criminosas, identificado como mandante do homicídio.

Os presos se encontram no sistema penitenciário à disposição da Justiça.

LogomarcaMin2cm.jpg