Carlos Humberto assume Assembleia: por tempo curto, mas pode ser bem aproveitado

Carlos Humberto, vice-prefeito de Balneário Camboriú e primeiro suplente à Assembleia Legislativa, assume nesta terça, 22, como deputado estadual, pela licença por 60 dias do deputado Nilso Berlanda.

São 60 dias, mas marcantes para a cidade e região, reconhecida a capacidade e o conteúdo de Carlos Humberto, com objetivos e ideias muito bem definidas a defender no legislativo estadual.

Foi uma pena não ter conquistado a vaga efetiva, mas a oportunidade de assumir, mesmo por apenas dois meses, é um momento importante para levar ao cenário central da política e da administração, os anseios e carências de Balneário Camboriú e da Foz do Rio Itajaí, seu reduto eleitoral principal.

Fugaz, mas vital, até para demonstrar uma força que ainda não conseguimos ter com a plenitude que queríamos. Já tivemos lá até governador, e foi quando, por exemplo, mais perdemos efetivo policial (2010) - exatos 23 PMs num só ano.

Lá tivemos secretários e outros parlamentares e nossos passos seguiram lentos ou inúteis na busca dos nossos projetos. Outro exemplo, além da perda de PMs, é a inexistência de qualquer apoio mais substancial ao Hospital Ruth Cardoso - ou, de fato, nenhum apoio. Os hospitais da região, também. Até o Marieta, o principal e muito bem estruturado, está com sua expansão parada, por absoluta inatividade político-administrativa.

Já nem se fala das ajudas prometidas e não vindas, para execução de outras obras. E podemos falar da encardida construção do Centro de Eventos - demanda de 20 anos, com dez para ser construída e outro tanto de tempo ainda não possível de ser medido para abrir.

Pena serem apenas 60 dias, mas já dá para mostrar serviço. Qualidade para isso Carlos Humberto tem.


LogomarcaMin2cm.jpg