BR-285, alavanca para o turismo do sul de SC, será concluída este ano

Com 80 por cento das obras concluídas, o ministro Tarcisio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, anuncia finalização da obra na parte gaúcha, com liberação de recursos por parte do presidente.


O trecho catarinense está quase concluído, mas ainda em obras. A rodovia liga Timbé do Sul (SC) a São José dos Ausentes (RS).


A inauguração é prevista para dezembro deste ano. A BR-285 é uma reivindicação do sul do Estado de quase sete décadas, senão mais.


No seu perfil do Instagram, o ministro Tarcisio anunciou:


"Atenção, Rio Grande do Sul. Duas boas notícias: bancada gaúcha topou remanejar R$ 1,5 milhão para o Governo @JairMessiasBolsonaro fazer a licitação do projeto de conclusão da BR-285/RS, entre São José dos Ausentes e a divisa com Santa Catarina. Este pequeno trecho de 8km será o último para concluir um corredor bioceânico que vai ligar Brasil, Argentina e Chile. E vem rodovia nova por aí.

O @dnit.oficial confirmou o lançamento do edital de projeto de pavimentação da BR-470/RS, entre André da Rocha e Lagoa Vermelha. Meus agradecimentos ao incansável trabalho da frente "Parlamentar Mista pela Conclusão da BR 470" e da "Frente Parlamentar Mista pela Conclusão da BR 285"

A BR-285 é uma rodovia transversal brasileira que inicia em Araranguá (SC), atravessa a serra e o planalto gaúchos, com extensão de aproximadamente 673,1 km no Rio Grande do Sul e 53,0  km em Santa Catarina, passando por cidades como Vacaria, Lagoa Vermelha, Gentil, Água Santa, Passo Fundo, Carazinho, Ijuí e São Luiz Gonzaga e termina em São Borga (RS), na fronteira com a Argentina.


Durante o veraneio, a BR-285 recebe grande fluxo de veículos de passeio provindos da Argentina, em sentido do litoral gaúcho e catarinense. O trajeto é feito entre São Borja (divisa com a Argentina) até Vacaria. De lá, o motorista pode seguir para as praias gaúchas, descendo para Caxias do Sul e tomando a Rota do Sol (BR-453) até Terra de Areia. Outro caminho é subir até Lages, em Santa Catarina, e seguir então direto para Florianópolis.


Foi construída pelo 3º Batalhão Rodoviário e funcionários públicos federais, contratados na época, com início no município de Vacaria-RS, cujo marco do quilometro "zero" foi implantado naquele município, sendo posteriormente alterado, quando foi ampliada até o município de Araranguá-SC.


Em 2012 começaram as obras de pavimentação para o trecho que vai desde São José dos Ausentes até o limite estadual. O seguinte trecho de 22,8 quilômetros, já dentro de SC, teve atrasado o início das obras, o que gerou protestos de várias associações de empresários da região.


Em 2019, no governo Bolsonaro, foram retomadas as obras de conclusão da pavimentação da estrada. Em setembro de 2019, havia 8 km aptos a serem pavimentados na Serra da Rocinha, enquanto os 5 km finais dependiam da finalização do projeto de contenção de encostas para retomada da terraplenagem. Nos segmentos do Contorno e do trecho urbano de Timbé do Sul já foi concluída a pavimentação asfáltica.

.

(Na foto um trecho da obra, da assessoria do Ministério) (Informações com dados do Ministério da Infraestrutura e a Wikipedia, enciclopédia livre)

LogomarcaMin2cm.jpg