• Aderbal Machado

Balneabilidade: pior situação da Costa Verde & Mar é em Itapema, mostra relatório do IMA

O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) divulga o relatório de balneabilidade do mês de outubro. Vale destacar que durante a baixa temporada, de abril a outubro, a pesquisa é realizada mensalmente. A partir de novembro até o mês março, os resultados das amostras serão divulgados todas as semanas.

De acordo com as coletas realizadas na semana de 26 a 29 de outubro de 2021, dos 231 pontos analisados, 182 estão próprios no litoral catarinense, o que representa 78,8%. Em Florianópolis, dos 87 pontos onde há coleta, 73 estão em condições de receber banhistas, o que representa 83,9%. Em um comparativo com o último relatório divulgado em setembro, 4 pontos passaram da condição próprio para impróprio e 6 pontos passaram da condição de impróprio para próprio.

As amostragens e ensaios foram efetuados nos municípios de Balneário Camboriú, Balneário Barra do Sul, Barra Velha, Biguaçu, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Penha, Balneário Piçarras, Porto Belo e São José.

O IMA conta com apoio do Corpo de Bombeiros para a realização das coletas e o resultado pode ser acessado na íntegra pelo site: balneabilidade.ima.sc.gov.br e pelo aplicativo Praia Segura.


Os relatórios mostram que Balneário Camboriú, Bombinhas e Itajaí continuam muito bem nos resultados. Itajaí, tudo certinho. Em Balneário, apenas a Lagoa de Taquaras, que é eterna na impropriedade, mas em compensação não é usada para nada. Em Bombinhas, apenas o ponto da Rua Tiriba.


Itapema mostra um resultado preocupante: dos nove pontos de análise, cinco estão comprometidos.


LogomarcaMin2cm.jpg