• Aderbal Machado

Aumenta número de pontos próprios nas praias de SC, mas ainda há impropriedades significativas


IMA mostra, em seus relatórios de balneabilidade de todas as praias de SC, pouco mais de 65% de pontos próprios, de acordo com a análise divulgada nesta sexta, 4.


(ACESSE AQUI O RELATÓRIO DO IMA)


A Praia Central continua com seis pontos impróprios, de acordo com esse relatório, apesar de os índices de escherichia terem baixado bem, mas prevalece a regra da Resolução Conama 274/2000, segundo a qual a média dos últimos cinco levantamentos (800 escherichia por 100ml indica a impropriedade.


A Emasa apresenta seus próprios levantamentos e os resultados vão no sentido inverso do IMA, exceto quanto ao Pontal Norte, cuja balneabilidade é imprópria até aqui.

A questão é que, oficialmente, são os dados do IMA que contam, a tal ponto que as placas indicativas de "próprio" ou "impróprio" nos pontos só podem ser colocadas pelo Instituto do Meio Ambiente Estadual. A própria foto do site da prefeitura mostra bem: é uma placa do IMA, ainda como Fatma, numa das Praias Agrestes.


Os relatórios da Emasa estão disponíveis no site: https://www.emasa.com.br/emasa/laboratorios/balneabilidade-praias--boletim-semanal. Os 15 pontos analisados pelo laboratório LABB Análises Ambientais, credenciado no Instituto do Meio Ambiente (IMA) e acreditado no INMETRO são: praias de Estaleirinho, Estaleiro, Taquaras e Lagoa de Taquaras, Laranjeiras, e Praia Central em frente à Rua 4009 – Pontal Sul, em frente as ruas 4000, 3500, 3000, 2500, 2000, 1400, 51 e 1001, e Pontal Norte.


Pelo menos a prefeitura mudou a estratégia: deixou de divulgar os mapas do IMA, como fazia quando os resultados eram bons e prefere divulgar os seus mapas. Que jamais mudam no geral.


Esse choque é saudável, até, porém inútil. Oficialmente valem as regras do IMA. Contestá-las, mediante mudança de critérios, seria de bom alvitre. Como, não se sabe, pois se não fizeram até agora, dificilmente o farão. Talvez porque não seja tão fácil mudar.

Enquanto isso, o cenário prossegue ante as contradições. Que, como já se disse aqui, mais confundem do que informam.

LogomarcaMin2cm.jpg