• Aderbal Machado

Ataques como os ocorridos em Criciúma (SC) e em Cametá (PA) poderão ser enquadrados como terrorismo


Ataques semelhantes aos que aconteceram nas cidades de Criciúma (SC) e Cametá (PA) — em que houve uso de armamento pesado, grande número de envolvidos, tomada de reféns, explosão de bombas e ocupação de diversas ruas para o roubo de várias agências bancárias — poderão ser considerados atos terroristas. Uma proposta (PL 5.364/2020) nesse sentido foi apresentada pelo senador Major Olimpio (PSL-SP). O projeto aguarda designação de relator.

O texto estabelece penas de 12 a 30 anos de reclusão para quem atacar instituições financeiras, meios de transporte público e bens de uso comum por meio de armamento pesado e explosivos, efetuando bloqueios de ruas.

De acordo com o senador, somente este ano ocorreram 13 ataques com características semelhantes. Durante esses assaltos, que transformaram os centros de Criciúma e Cametá em zonas de guerra, os governos locais chegaram a alertar a população a ficar recolhida em casa. Investigações posteriores têm demonstrado o envolvimento de facções criminosas no planejamento desses crimes.


Fonte: Agência Senado

LogomarcaMin2cm.jpg
3420-05-WEBBANNER-PORTAL-ADERBAL-MACHADO