• Aderbal Machado

Apesar da pandemia, construção civil de Itajaí e região não fez demissões


Desde o início da pandemia provocada pela Covid-19, o setor da construção civil de Itajaí e região não realiza demissões pelos reflexos econômicos da pandemia. É o que sugere estudo realizado pelo Sinduscon da Foz do Rio Itajaí junto aos seus associados. Na estimativa, feita por amostragem, foram incluídas empresas de Itajaí, Navegantes, Penha e Piçarras – base territorial do sindicato. O levantamento ocorreu em julho.


O questionário aplicado também revelou que 100% das empresas entrevistadas não pretendem realizar demissões nos próximos trinta dias. No período de junho e julho houve demissões no setor, porém, tendo como causas finalização de obras e inadequação profissional ao perfil das vagas.


“Os dados apresentados na pesquisa demonstram a pujança na construção civil e o quão forte nossa atividade está neste momento em que a crise atinge diversos setores da economia. Nossa realidade atual crescerá ainda mais e acreditamos que a atividade será uma das molas propulsoras para a retomada do País. Isso nos anima e, ao mesmo tempo, nos dá a dimensão da responsabilidade, mas temos certeza que estamos preparados para este desafio”, enfatiza o presidente do Sinduscon da Foz do Rio Itajaí, engenheiro Bruno Pereira.


(Foto: Marcos Porto - Secom/Itajaí)

LogomarcaMin2cm.jpg