• Aderbal Machado

Acusado de feminicídio em Itapema é preso ao ir se vacinar contra Covid-19 no Rio Grande do Sul

Um homem com mandado de prisão aberto pelo crime de feminicídio, ocorrido em março do ano passado em Itapema, no Litoral Norte, foi localizado no interior do Rio Grande do Sul. O acusado, segundo uma das versões divulgadas pela polícia, foi preso ao se apresentar para tomar a vacina contra a Covid-19. Ele já estaria com nova namorada, que desconhecia seu recente passado.

O homem foi preso no dia do crime, em 20 de março de 2020, e teve a prisão em flagrante convertida em preventiva pelo juízo da Vara Criminal da comarca de Itapema. O crime ocorreu dentro da residência do casal, durante o período de quarentena decretado pelo Estado para evitar a transmissão do coronavírus. A vítima, uma médica de 60 anos, foi sua companheira.

Em junho do ano passado, o juízo da Vara Criminal da comarca de Itapema determinou a soltura do acusado. Após recurso do Ministério Público de Santa Catarina, a prisão preventiva foi restabelecida em decisão do TJSC em setembro de 2020, mas o homem não foi mais localizado. O processo tramita em segredo de justiça.


Leia mais sobre o caso em matéria da época:


https://omunicipio.com.br/um-ano-apos-crime-homem-acusado-de-feminicidio-esta-foragido-no-vale-do-itajai/


LogomarcaMin2cm.jpg