• Aderbal Machado

ACALENTO: Operação prende 884 pessoas no país por crimes de violência contra crianças e adolescentes


A Polícia Civil de Santa Catarina participa da Operação “Acalento”. A ação faz parte de uma operação inédita coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria de Operações Integradas (Seopi), em parceria com o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH).


O objetivo é combater crimes de violência contra crianças e adolescentes nos 26 estados e no Distrito Federal. A operação integrada teve início no dia 01 de junho e desde esta data foram realizadas em Santa Catarina pela Polícia Civil, 1.133 ações preventivas, entre vítimas atendidas e visitas e diligências policiais.


Foram efetuados ainda pela Polícia Civil catarinense desde o dia 01 de junho, 860 procedimentos policiais (entre autos de prisão e de apreensão em flagrante, inquéritos policiais instaurados e concluídos, termos circunstanciados e boletins de ocorrência) e sete mandados de busca e apreensão foram cumpridos.


Pelo Estado

Em São Lourenço do Oeste, à tarde, a Polícia Civil cumpriu um mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça após representação do Delegado de Polícia em investigação para apurar a ocorrência de ameaças a adolescente praticadas com arma de fogo.


Em Concórdia, nove denúncias foram verificadas, sendo constatadas seis improcedentes e três em investigação por indícios de maus tratos à criança.


NO BRASIL

O Ministério da Justiça informou que 884 pessoas foram presas como resultado da Operação em várias regiões do país. Também foram solicitadas 1.490 medidas protetivas e 325 adolescentes foram apreendidos.


No total, 16.971 vítimas foram atendidas. Foram executados 528 mandados de prisão, 293 mandados de busca domiciliar e 105 armas apreendidas.


Na manhã desta sexta-feira foi desencadeado o Dia D da ação que reuniu, durante a sua realização, 7.500 agentes da polícia civil em 1.352 municípios de todos os estados.


Dados do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos mostram que, de janeiro a abril deste ano, os canais da pasta receberam mais de 32 mil denúncias de violência contra crianças e adolescentes.


Segundo o secretário de Operações Integradas do Ministério da Justiça, Alfredo Carrijo, a pasta tem atuado para integrar as forças de segurança pública visando combater crimes contra crianças e adolescentes.

LogomarcaMin2cm.jpg